A ENDOMETRIOSE E A FISIOTERAPIA

A endometriose é uma patologia ginecológica benigna caracterizada pela presença de endométrio fora da cavidade uterina. Acomete cerca de 10% das mulheres em idade reprodutiva e tem como principais sintomas cólicas, dor pélvica crônica e infertilidade. O quadro de dor constante chega a comprometer a qualidade de vida da paciente nos mais diversos campos, inclusive na vida íntima. Em busca do alívio da dor, técnicas fisioterápicas inovadoras aparecem como opção e realizam uma abordagem de forma alternativa e complementar. Direcionamento da respiração, consciência postural, recrutamento adequado da musculatura, trabalho de assoalho pélvico (musculatura íntima), autoconhecimento corporal e massagens são alguns dos aspectos abordados. Além de ser um atendimento personalizado, não apresenta contraindicações , as mudanças no corpo costumam ser sentidas com pouco tempo de intervenção e a utilização de diversos acessórios torna o seu tratamento mais dinâmico e atrativo. Busque qualidade de vida, se permita experimentar… Agende um horário e desfrute dos benefícios dessas técnicas!

Posted in Artigos, Entrevistas

ULTRASSOM TRANSVAGINAL COM PREPARO PARA PESQUISA DE ENDOMETRIOSE

A endometriose é uma doença frequente no mundo, acometendo até 1 em cada 10 mulheres. É caracterizada pela presença de células originalmente do útero (tecido endometrial), desenvolvendo-se fora do útero. Suas principais manifestações clínicas são: dor pélvica, dificuldade de engravidar e massa pélvica palpável.

O diagnóstico preciso da doença é fundamental para definir a melhor estratégia de tratamento para cada mulher. Porém, algumas pacientes percorrem consultórios ginecológicos por anos, até terem o diagnóstico de endometriose. Nesse sentido, o ultrassom transvaginal com preparo é o exame de primeira linha para a pesquisa de endometriose pélvica.

A ultrassonografia transvaginal com preparo se difere do ultrassom transvaginal básico pois é um exame minucioso, com atenção especial na identificação de focos de endometriose. É um método que exige maior tempo de execução, porque sua avaliação contempla ainda o exame do canal vaginal, além da parede abdominal e dos rins pela via abdominal e acometimento endometriose intestinal (reto/sigmoide, apêndice).

O diagnóstico por imagem especializado em Centros A

Posted in Artigos, Entrevistas

A Endometriose é uma doença cada vez mais frequente e notamos que a Acupuntura e a Medicina Tradicional Chinesa vêm a contribuir muito na compreensão e no auxílio ao tratamento. A Endometriose consiste no crescimento do endométrio fora do útero, ocorrendo dor durante ou entre o período menstrual, talvez durante o coito, dor pelos movimentos peristálticos, infertilidade, cansaço e exaustão. Pode haver também hemorragia uterina intensa. É uma manifestação do desequilíbrio energético. Há várias razões desse desequilíbrio. Cada vez mais temos utilizado a acupuntura ao tratamento habitual com respostas mais favoráveis, contribuindo para a evolução  das melhorias e complementando o tratamento convencional. Essa doença já atinge cerca de 15% da população feminina. Pesquisas revelam que essas mulheres trazem algumas características em comum: são pessoas perfeccionistas –tudo tem de estar sob controle e organizado ao seu modo–, são auto-exigentes –cobram demais, tudo deve acontecer como foi planejado, tendo dificuldade de aceitar falhas, lidar com os seus erros, alta capacidade de controle e comando– muitas vezes assumem problemas de outras pessoas e têm dificuldade de lidar com as frustrações. Por todas as características apresentadas, são pessoas muito ansiosas e estressadas, fatores que contribuem para o desenvolvimento dessa patologia. Essas

Posted in Artigos, Entrevistas

ENDOMETRIOSE TEM CURA? As portadoras de Endometriose são mulheres especiais com um Perfil Psicológico Próprio que as distingue das demais mulheres não portadoras. Procuram incessantemente informações sobre  o que sentem, enfim, a possibilidade de terem Endometriose e, ao acessarem a INTERNET, numa procura de esclarecimentos, acabam ficando estigmatizadas pelo enunciado bastante atemorizador expresso no GOOGLE:   “ DOENÇA QUE NÃO TEM CURA. SÓ CONTROLE!”   Questionamento: Se até vários tipos de câncer, uma doença malígna, têm cura, porque a Endometriose, uma doença benígna, apesar de muitas vezes apresentar-se  complexa, sobretudo, nas formas mais avançadas, não ter cura, só controle?   Explicamos: “O que é extirpado não volta” ( Harry Reach- Jorge Safe)   O que “volta” na realidade é doença não extirpada(portanto, deixada) quando da realização de procedimentos cirúrgicos visando tratamento cirúrgico que, por

Posted in Artigos, Entrevistas

Publicado originalmente no blog do GAPENDI (eutenhoendometriose.blogspot.com.br) em 10/12/2014.

Lembrando que, de forma alguma, as perguntas respondidas aqui descartam a necessidade de procurar um médico especialista na doença! Cada caso é um caso e a avaliação médica é fundamental para um bom tratamento!

Baixe e leia a entrevista que o Dr. Gustavo Safe fez com o Prof. Jacques Donnez, autor de mais de 800 publicações referentes à Endometriose e membro do conselho de editorial das mais conceituadas revistas de ginecologia e obstetrícia do mundo. ENTREVISTA: Tratamento da Endometriose e do Mioma na atualidade.

Posted in Entrevistas